Páginas

Amigos, Vizinhos e Colegas

Visitantes do Blog

Locations of Site Visitors

Som Na Caixa, Puxe o Tapete e Comece a Dançar, Ou Só Escute

Translate

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Baile Emoções: Os Bons Momentos Estão De Volta - Vol. 2 - 1985

Em 1986, eu estava morando na cidade de Caracaraí, estado de Roraima, e estudava numa escola chamada Presidente Castelo Branco, e fazia parte da turma da 6ª B no Horário Vespertino (Para quem não sabe o que é o Horário Vespertino: é o o Horário que ocorre no período da tarde, entre as 13 horas e 18 horas.).

– Bom, eu lembro de que uma certa tarde eu havia levado para a escola, um toca-fitas, e algumas fitas na minha bolsa, no meio delas tinha uma que continha seleções musicais românticas, e entre elas uma música chamada Flying (Turning Round), cujo cantor do vocal era Roger Shapiro, cantor esse que eu nunca soube nada até os dias da ERA da INTERNET.

A tal fita tocou durante o período de uma aula de educação artística, e com o fundo musical, uma garota chorou bastante, eu estava de longe e depois me aproximei e vi que a tocante música afetou muito o sentimento até, porque a garota estava vivendo um Romance Dramático, pois estava apaixonada e grávida de um homem casado.

Lembro que ela disse:

"– essa música foi fundo demais...!"

e a professora respondeu:

"– É realmente uma música muito linda, e quem canta é o Chris de Burgh...!"

Eu como sempre de costume tinha mania de ler as informações nas capas, encartes e nos selos dos LP's ou Discos de Vinil, sei que eu tinha visto em destaque Roger Shapiro, mas não tinha observado entre parenteses Chris de Burgh.

Fiquei durante muitos anos querendo saber quem era o danado do Roger Shapiro, que infelizmente só aparecia em coletâneas, principalmente coletânea criadas por produtores do Brasil.

Nessa mesma época apareceram umas coletâneas chamadas Hits Brasil e percebi que uma faixa chamada (If You Could) Remember, do Volume 1 dessa coleção, tinha uma voz super parecida com a do Roger Shapiro, mas quem estava cantado era o Tony Stevens.

Eu não tinha saco para as programações televisivas, até que um dia, eu estava sentado e havia uma TV ligada e então passou uma rápida matéria falando de um grande fenômeno da música brasileira, que estava estourado com shows e etc, de repente passou um pedacinho de um flash clip com o cantor Jessé cantando (If You Could) Remember... Daí então eu passei a me ligar as pessoas, Roger Shapiro, Tony Stevens e Jessé, eram os mesmo.

Em 1987 eu tive o prazer de conhecer a coletânea, Baile Emoções: Os Bons Momentos Estão De Volta - Vol. 2 lançada em 1985 pela RGE, Tenho Esse Disco Até Hoje.



Roger Shapiro foi um pseudônimo do cantor Jessé, usado nos anos 70.  Portanto, Jessé e Roger Shapiro são a mesma pessoa, e chegou a usar o nome Christie Burgh que depois ele passou a gravar como Tony Stevens,

Nascido em Niterói, no dia 25 de abril de 1952 e faleceu em Ourinhos, no dia 29 de março de 1993.

Seu verdadeiro nome era Jessé Florentino Santos, e ficou conhecido no Brasil apenas como Jessé. Seu maior sucesso foi Porto Solidão e (If You Could) Remember, já assinado como Tony Stevens.

Nos anos 70 houve uma explosão de cantores brasileiros cantando musicas em inglês, com pseudônimo também inglês ou em outra língua estrangeira.

Essa febre pegou na intenção de que os artistas internacionais fariam mais sucessos do que os nacionais e era mais fácil para serem criadas TRILHAS SONORAS INTERNACIONAIS a baixo custos.

Foram muitos brasileiros que utilizaram pseudônimos estrangeiros e ficaram no anonimato da vida real, alguns emplacaram e seguiram carreira nacionais, outros mudaram de ramo.

Falar desse assunto que envolvem os pseudos gringos, é muito vasto e o assunto desse poster, é só um pouquinho sobre Roger Shapiro ou Jessé e também do Chris de Burgh, além do LP Baile Emoções.



Então: Roger Shapiro, Tony Stevens ou Jessé, morreu aos 40 anos, em 29 de março de 1993 de traumatismo craniano sofrido num acidente de carro quando se dirigia para a cidade de Terra Rica, no Paraná, para fazer um espetáculo.

Existem curiosidades que dizem:

A canção Flying, de Chris de Burgh, nunca existiu.

Seu título correto, desde seu registro é Turning Round, e faz parte do álbum de Chris de Burgh chamado Far Beyond These Castle Walls de 1975.

Chris de Burgh - 1975 - Far Beyond These Castle Walls

01 - Hold On - 4:07
02 - Key - 4:09
03 - Windy Night - 4:55
04 - Sin City - 4:42
05 - New Moon - 5:00
06 - Watching The World - 3:34
07 - Lonesome Cowboy - 4:25
08 - Satin Green Shutters - 5:02
09 - Turning Round - 6:23
10 - Goodnight - 2:08

Porém caiu em domínio público no Brasil e em outros poucos países do mundo como Flying ou Flying (Turning Round), o que gerou lançamento de vários discos com esse título.

Em nenhum outro lugar do mundo esta canção fez tanto sucesso quanto no Brasil. Tanto que em 1977 Chris de Burgh compôs Brasil, em agradecimento aos brasileiros, que está no álbum At The End Of A Perfect Day.


Chris de Burgh - 1977 - At The End Of A Perfect Day

01 -  Broken Wings -  3:04
02 -  Round And Around -  3:05
03 -  I Will -  3:30
04 -  Summer Rain -  4:00
05 -  Discovery -  2:53
06 -  Brazil -  3:13
07 -  In A Country Churchyard -  3:55
08 -  A Rainy Night In Paris -  3:20
09 -  If You Really Love Her, Let Her Go -  3:59

10 -  Perfect Day - 4:00

Jessé foi criado em Brasília. Mudou-se para São Paulo já adulto, e atuou como crooner em boates. Depois, integrou os grupos Corrente de Força e Placa Luminosa, animando bailes por todo o Brasil.

Ainda nos anos 70, também chegou a gravar em inglês com o pseudônimo de Tony Stevens. Foi revelado ao grande público em 1980, no Festival MPB Shell da Rede Globo com a música "Porto Solidão" (Zeca Bahia/ Ginko), seu maior sucesso, ganhando prêmio de melhor intérprete.

Em 1983, ganhou o XII Festival da Canção Organização (ou Televisão Ibero-Americana) (OTI) realizado em Washington, com os prêmios de melhor intérprete, melhor canção e melhor arranjo para "Estrelas de Papel" (Jessé/ Elifas Andreato).

De voz muito potente, no decorrer de sua carreira Jessé gravou 12 discos (como os álbuns duplos "O Sorriso ao Pé da Escada" e "Sobre Todas as Coisas") mas nunca conseguiu os louros da crítica especializada.

Discografia assinado como Jessé:

Jessé - 1980
Jessé vol. 2 - 1981
Jessé vol. 3 - 1982
Sorriso ao pé da escada - 1983
Estrela de papel - 1984
Sobre todas as coisas - 1984
Todos os palcos - 1985
Ao meu pai - 1985
Eterno menino - 1987
Convite para ouvir Jessé - Coletânea - 1988
Jessé - Série Brilho - 1988
Jessé in Nashville - 1989
Glória ao Pai - Coletânea - 1991
Raízes - 1993
Voa liberdade - 1993
Jessé - 20 preferidas vol.1 - 1996
Jessé - 20 preferidas vol.2 - 1997
Pérolas - Coletânea - 2000
O inesquecível Jessé - 2003

E Sobre o Chris de Burgh:

É um cantor de música pop irlandês nascido na Argentina. É pai da modelo irlandesa Rosanna Davison, que venceu o concurso de Miss Mundo em 2003.

Chris de Burgh nasceu em Venado Tuerto, Santa Fé, Argentina em 15 de outubro de 1948, seu nome real é Christopher John Davison.

Para quem não sabe: Venado Tuerto é uma cidade de 2ª categoria do departamento General López, ao sul da província de Santa Fé, República Argentina.

Foi fundada em 26 de abril de 1884 por Eduardo Casey e alcançou o status de cidade em 16 de dezembro de 1935.



Chris de Burgh assinou com A&M Records por muitos anos (1974-2004), mas agora ele tem seus próprio selo, Ferryman Productions. Seus recentes álbuns são lançados pelo selo alemão, Edel Records.



Álbuns de estúdio:

01 - Far Beyond These Castle Walls - 1975
02 - Spanish Train and Other Stories - 1975
03 - At the End of a Perfect Day - 1977
04 - Crusader - 1979
05 - Eastern Wind - 1980
06 - The Getaway - 1982
07 - Man on the Line - 1984
08 - Into the Light - 1986
09 - Flying Colours - 1988
10 - Power of Ten - 1992
11 - This Way Up - 1994
12 - Beautiful Dreams - 1995
13 - Quiet Revolution - 1999
14 - Timing Is Everything - 2002
15 - The Road To Freedom - 2004
16 - The Storyman - 2006
17 - Footsteps - 2009
18 - Moonfleet and Other Stories - 2010

Baile Emoções: Os Bons Momentos Estão De Volta - Vol. 2 - 1985

01 - Beatles Selection - The Connection - (Lennon - McCartney)
02 - Non Ho L'eta Amarti - Gigliola Cinquetti - (Panzeri - Nisa)
03 - Don't Say Goodbye - Chrystian - (Paul Bryan - Jim Saloman - Chrystian)
04 - Flying (Turning Round) - Roger Shapiro - (Chris de Burgh)
05 - Rain And Memories - Paul Denver - (Paul Denver)
06 - Arthur's Theme - Chris - (P. Allen - B. Bacharach - C. Cross - C. Bayer Sager)
07 - Just A Dream Ago - Rita Moss - (Baseada em Un Bel Dia de Madame Butterfly de Puccini - Letra e Adaptação: Bobby Worth)
08 - Like a Locomotion - Sound Machine - (P. Koelewing)
09 - Canzone Per Te - Sergio Endrigo - (Endrigo - Bardotti)
10 - Forever Alone - Steve Maclean - (Paul Nixo - Jackei Spring)
11 - Smoke Gets In Your Eyes - The Platters - (J. Kern - Otto Harbach)
12 - Mamy Blue - Ricky Shayne - (Geraud - Trim)
13 - You Don't Have To Say You Love Me - Wall Street Crash - (Donaggio - Pallavicini - Wilkham - Napier - Bell)
14 - Crimson and Clover - Tommy James - (T. James - P. Lucia)

Downloads, Somente Por WhatsApp +55 81 99999-8025

Pois é, Só Não Me Perguntem Quem Era A Garota Que Estava Chorando Nem Quem Era o Homem Casado Que Engravidou Ela, isso Há 30 Anos Atrás!



As Vezes Em Casa é Muito Melhor, Basta Querer, Minha Paixão Por Filmes, Músicas e Fotos é Tão Grande Que Faz de Mim Uma Atração de Divertimentos Bem Variados, Minha Própria Mania de Ter Em Casa, Meus Filmes e Discos Diversos, Torna A Rua e Tudo Que Tem Lá Fora, Obsoleta Pra Mim.
Montador de Móveis em Recife e Grande Nordeste, Móveis Corporativos e Residencias 81 - 99999-8025 - TIM / 99166-8668 - CLARO / 98123-9507 - VIVO / 98826-9335 - Oi

Marcadores